Uma lista de AMIGOS!

Paz e fogo, galera! Bora falar de amizade? Sei que esse é um tema recorrente, mas ele tem mexido comigo nos últimos tempos. Quer dizer, nos últimos dias mesmo.

los-amigos-se-preocupan-por-ti.jpg

Tive que fazer uma atividade da formação vocacional da Comunidade da qual eu participo. Nessa atividade, uma das questões me pedia para listar meus amigos de dentro e de fora da Comunidade. Logo pensei: vai ser fácil. Fácil mesmo.

Ps: sempre vai parecer fácil listar os amigos que temos. Mas aí é necessário olhar através de outros óculos. No meu caso, através dos óculos do carisma da CACL, carisma esse que me exige VERDADE.

Voltando: Comecei a listar e vi que podia contar nos dedos das mãos e de um pé os amigos que tenho. E olhe lá! Mas esses que listei, estão na lista por ótimos motivos, dentre eles, a VERDADE. Percebi que amigos mesmo são aqueles que não se escandalizam com a VERDADE da minha vida e que não têm medo de me deixar tocar em suas VERDADES que nem sempre são tão bonitas, cheirosas, brilhantes… assim como as minhas também na maioria das vezes não são.

Ps 2: muita gente lê a passagem do Eclesiástico 6, 14-17 que diz que “quem achou um amigo, encontrou um tesouro”, imaginando que nas amizades encontrarão apenas pérolas, ouro, prata… mas se esquecem que o maior tesouro que há no outro é a sua VERDADE e disposição de amar.

Voltando: Escrevi, então, o nome de pouquíssimas pessoas: meus irmãos de ministério de música (dentre eles, dois irmãos de sangue: o Dede e a Nana, e minha cunhada Cíntia), dois amigos do serviço (Plus e Calango) e alguns amigos da Comunidade. Dentre esses, alguns que não tiveram medo de chegar, confiar a mim suas dores mais profundas e até seus pecados, acreditando que eu poderia ajudá-los de alguma forma, nem se fosse só ouvindo. E assim aconteceu! Aconteceu também comigo: pude e posso partilhar com eles as minhas dores, angústias, alegrias, tristezas, esperanças, sonhos… sei que estarão comigo independente da distância ou do tempo que passamos juntos.

Ps 3: Encontrei tesouros! Alguns malacabados, mas preciosíssimos, cheios de vida, cheios de verdade, cheios de coragem.

Encerrando: com alegria hoje olho pra essa lista e com certeza posso dizer: não errei em nenhum nome que ali coloquei! Foram e são presentes de Deus. Outros virão? Claro! Depende muito mais de mim do que deles. Depende da minha abertura, da minha humildade, da minha postura…

Pronto! Escrevi tudo isso pra te dizer: Não tenha medo de SER e TER amigos! Olhe pra Jesus: Ele tinha poucos amigos, mas foi por um deles que Ele chorou, se compadeceu, se entristeceu pela morte…

Deus abençoe!
Paz e Misericórdia!

Anúncios

Ela é a Imaculada Conceição!

Chegamos ao fim de mais um ano. Dezembro é um mês especial para a Igreja Católica e para toda a humanidade, já que o Natal de Jesus fez com que nascesse um novo tempo, um novo calendário. Agora tudo é depois de Cristo (DC). Maria entra nessa história como Mãe, mas também como filha obediente do Pai do Céu que a preparou desde sempre para ser “Theotókos”, do grego “Mãe de Deus”, mas que lhe deu a liberdade de dizer SIM e assim ser cooperadora na redenção humana.

imaculada

Além de celebrarmos o Nascimento de Jesus, lembramos com carinho no dia 8 de dezembro, da Imaculada Conceição da Virgem Maria. Mas o que isso quer dizer? Deus preparou para o Seu Filho Mãe que fosse digna dEle.

O Dogma da Imaculada Conceição de Maria diz respeito à preservação de Maria em relação a macula do pecado originale foi proclamado em 1854 pelo Papa Pio IX. O Youcat – Catecismo Jovem da Igreja Católica – nos diz o seguinte:

“A Igreja acredita ‘que a Beatíssima Virgem Maria, no primeiro instante da SUA concepção, por singular graça e privilégio de Deus Onipotente, em vista dos méritos de Jesus Cristo, salvador do gênero humano, foi preservada imune de toda mancha de pecado original'”. (Cf. CIC 487-492, 508)

A própria Virgem Maria aparecendo em 1858 em Lourdes, na França, para Santa Bernadete Soubirous revelou sua “verdadeira identidade”, dizendo à menina: “Eu sou a Imaculada Conceição!”.

Mesmo antes da proclamação do Dogma em 1854 e da aparição de Nossa Senhora 4 anos depois, muitos santos já acreditavam na Conceição Imaculada de Maria. Santo Afonso Maria de Ligório foi um desses. Em sua obra “Glórias de Maria” de 1750 já dizia: “(…) Maria tinha de ser medianeira de paz entre Deus e os homens. Logo, absolutamente não podia aparecer como pecadora e inimiga de Deus, mas só como sua amiga toda Imaculada. Mais um motivo reclamou que Deus preservasse Maria da culpa original”.

Num outro parágrafo o santo continua: “Ora, Maria devia ser mulher forte, posta no mundo para vencer a Lúcifer. Não convinha certamente, então, que a princípio houvesse sido subjugada e escravizada por ele. Era, pelo contrário, mais razoável que permanecesse livre sempre de toda mácula e de toda sujeição ao inimigo. Esse espírito mau buscou, sem dúvida, infeccionar a alma puríssima da Virgem, como infeccionado já havia com seu veneno a todo gênero humano. Mas, louvado seja Deus!, o Senhor a preveniu com tanta graça, que ficou livre de toda mancha do pecado”.

Até mesmo Martin Lutero, pai do protestantismo falou sobre Maria como aquela que é imune da mancha do pecado: “É cheia de graça, proclamada para ser inteiramente sem pecado, algo tremendamente grande. Para que fosse cheia pela graça de Deus com tudo de bom e para fazê-la vitoriosa sobre o diabo”. Bom, acho que com tantas e boas explicações podemos chegar a uma conclusão: Maria é toda santa, toda pura e toda IMACULADA!

Você provavelmente já deve ter ouvido ou visto no facebook a seguinte frase: “Se a terra onde Jesus andou é santa, imagina então o ventre que o gerou!”. É a mais pura verdade. Deus Pai em sua infinita misericórdia escolheu Maria desde sempre. Lá em Isaias já vemos a profecia: “Por isso, o próprio Senhor vos dará um sinal: uma virgem conceberá e dará à luz um filho, e o chamará Deus Conosco” (Is 7,14).

Que a Mãe de Deus, a Imaculada Conceição nos ajude a viver este natal com o coração preparado para ser manjedoura viva para Jesus nascer.

Feliz e Santo Natal na presença da Sagrada Família de Nazaré!

Jesus, Maria e José, a minha família vossa é!

Robson Landim

Texto publicado originalmente no informativo da Paróquia Nossa Senhora da Candelária (São Caetano)

Como se portar na internet?

Paz e fogo, galera! Firme?

O vídeo mais recente do #VlogRevolucionário é uma entrevista que fiz para o programa “A Arte da Vida” da qual sou produtor e repórter. O programa vai ao ar nas TVs Século 21 e Milícia da Imaculada.

Mas vamos para o que interessa! O entrevistado, o Irmão Darlei Zanon, da Congregação dos Padres e Irmãos Paulinos, é um estudioso da área da ciberteologia ou cibereclesiologia como ele chama. Essa entrevista aconteceu justamente num “Café Teológico” promovido pela Paulus e que tinha como temática “a Igreja Católica em tempos de rede”.

Nesse vídeo ele fala sobre a presença da Igreja na Web, sobre como devemos nos portar no ambiente digital e também como deve ser a nossa “contribuição” em assuntos polêmicos como aborto, ideologia de gênero, eutanásia, dentre outros.

Vale a pena assistir!

Se você faz parte de PASCOM, Ministério de Comunicação ou conhece alguém que acha que encher a sua timeline de GIFs brilhantes de Jesus, Maria e frases bíblicas é evangelizar, aproveite e mande esse vídeo, pois o conteúdo é muito valioso e nos ajuda a repensarmos a nossa presença nesse ambiente tão propício para evangelizar os batizados. #Play!