O Hallel Vale está chegando!

Vem aí mais uma edição do Hallel Vale!

Logomarca-Hallel2017.png
A Diocese de São José dos Campos se prepara para mais uma edição do Hallel Vale. Neste ano o evento acontece nos dias 18 e 19 de novembro no Parque da Cidade em São José dos Campos e mais uma vez confirma a presença de importantes nomes da música católica bem como pregadores.

Em comunhão com a Igreja em todo o Brasil, o Hallel 2017 terá como lema “Salve, ó Mãe Aparecida”, uma menção ao Ano Mariano (2016 – 2017) e aos 300 anos do encontro da Imagem de Nossa Senhora Aparecida, que será celebrado no Santuário Nacional em 12 de outubro de 2017. Os fiéis poderão visitar no Hallel a Imagem peregrina de Aparecida.

SOCIAL

Além de promover a evangelização pelos meios musicais – sua principal característica, o Hallel 2017 também vai promover a arrecadação de alimentos para entidades assistenciais da região. A participação nos shows deste ano continua gratuita com o pedido de doação de 1 Kg de alimento não perecível (exceto sal).

ORIGEM

A palavra Hallel, de origem aramaica, significa “Aleluia”, cântico de louvor a Deus. O primeiro Hallel aconteceu em Franca em 1988, idealizado por Maria Theodora Lemos Silveira, mais conhecida como Tia Lolita. E hoje está presente em diversas cidades brasileiras do Nordeste, Sudeste, Centro-Oeste e Sul do país, além de ser realizado em outros países, entre eles Chile, Paraguai, México, Peru, Colômbia, Estados Unidos e Uganda, sendo o maior evento de música católica da América Latina.  Em São José dos Campos, o Hallel Vale foi realizado pela primeira vez em 2001, organizado pela comunidade Católica Tom de Amor junto de diversas pastorais e associações da Diocese.

SERVIÇO
18 e 19 de novembro de 2017
Parque da Cidade em São José dos Campos
Hallel Vale 2017 – “Salve, ó Mãe Aparecida”

Presença da Imagem Peregrina de Nossa Senhora Aparecida

Acompanhe pelas redes sociais:
facebook.com/hallelvalesomevida
Instagram.com/hallelvale
Twitter.com/hallelvale

Anúncios

Por que chamamos a Virgem Maria de Nossa Senhora?

A Virgem Maria sempre foi chamada de Nossa Senhora

O título de Senhor e Senhora, desde os primeiros séculos do Cristianismo, eram usados para os senhores de escravos, muito comum naquele tempo. Dentro desse contexto, a Virgem Maria disse ao anjo: “Eis aqui a escrava do Senhor” (Lc 1, 38).

anomariano

Mas “Jesus é o Senhor”, como disse São Paulo (Fl 2,11); é o Rei dos Reis; e Sua Mãe é Rainha por consequência. Por isso, a Igreja entendeu que deveria chama-lá de Senhora. Os súditos do Rei eram também servos da Rainha. Ora, se somos súditos de Jesus, o somos também de Maria. A Ladainha Lauretana chama a Virgem Maria de Rainha dos Anjos, Rainha dos Santos, Rainha dos Apóstolos, Rainha dos Mártires, Rainha dos Confessores, Rainha das Virgens, Rainha dos Profetas. Ora, toda Rainha é Senhora em seu reino.

Agradável a Deus, aos anjos e aos homens

lourdes_papa

A Virgem Maria é aquela “cheia do Espírito Santo”, como a saudou sua prima Santa Isabel, que em alta voz disse: “Bendita és tu entre as mulheres” (Lc 1,42). Ela é “a filha predileta de Deus”, diz o Concílio Vaticano II (LG n. 53), “aquela que, na Santa Igreja, ocupa o lugar mais alto depois de Cristo e o mais perto de nós” (Lumen Gentium, n. 54).

São Bernardo, doutor da Igreja, o apaixonado cantor da Virgem Maria, no Sermão 47 diz: “Ave Maria, cheia de graça, porque é agradável a Deus, aos anjos e aos homens. Aos homens, por causa de sua fecundidade; aos anjos, por sua virgindade; a Deus por sua humildade. Ela mesma atesta que Deus olhou para ela porque viu sua humildade”.

São Tomas de Aquino afirmou: “A bem-aventurada Virgem Maria, pelo fato de ser Mãe de Deus, tem uma espécie de dignidade infinita por causa do bem infinito que é Deus”. Ela é Senhora!

“A graça que adornou a Santíssima Virgem sobrepujou não só a de cada um em particular, mas a de todos os santos reunidos”, afirma Santo Afonso de Ligório, doutor da Igreja. Por isso ela cantou no Magnificat: “Desde agora, me proclamarão bem-aventurada todas as gerações, porque realizou em mim maravilhas aquele que é poderoso e cujo nome é Santo…” (Lc 1,42). Ela é Senhora!

Exemplo de todas as virtudes

Maria é um “espelho especialíssimo de Deus”, diz São Tomás de Aquino: “Os outros santos são exemplos de virtudes particulares: um foi humilde, outro casto, outro misericordioso, e assim nos são oferecidos como exemplos de uma virtude. Mas a bem-aventurada Virgem é exemplo de todas as virtudes”, diz o santo.

São Bernardo e Santo Antônio, doutores da Igreja, afirmam que, “para ser eleita e destinada à dignidade de Mãe de Deus, devia a Santíssima Virgem possuir uma perfeição tão grande e consumada que nela excedesse todas as outras criaturas”. Ela é Nossa Senhora!

“Quem se exalta será humilhado e quem se humilha será exaltado” (Mt 23,12). Repetiu várias vezes o Senhor. Logo que Deus determinou fazer-se Homem para redimir o homem decaído e assim manifestar ao mundo Sua misericórdia infinita, certamente buscava entre todas as mulheres aquela que fosse a mais santa e humilde para ser Sua Mãe. Como diz o Livro dos Cânticos: “Há um sem número de virgens (a meu serviço), mas uma só é a minha pomba, a minha eleita” (Ct 6, 8-9).

Foi por sua imensa humildade que Deus tanto exaltou Maria e a fez Sua Mãe, Rainha e Senhora nossa. E a própria Virgem diz no seu canto: “porque olhou para a humildade de sua serva” (Lc 1,48).

Foi essa “humildade” profunda e real que tanto encantou o coração de Deus, fez com que a elegesse a “bendita entre as mulheres”, Sua Mãe, nossa Mãe e Senhora.

Professor Felipe Aquino
Fonte: http://formacao.cancaonova.com/nossa-senhora/devocao-nossa-senhora/por-que-chamamos-a-virgem-maria-de-nossa-senhora/

Um ano para celebrar Maria! #AnoMariano

anomariano1

A paz de Jesus e o Amor de Maria, galeraaaaaa!

Depois de celebrar este SENSACIONAAAAL Ano Santo da Misericórdia, a Igreja do Brasil é agora presenteada e convidada a celebrar um ano todo especial: o Ano Mariano Nacional.

Por conta dos trezentos anos da aparição da imagem de Nossa Senhora da Conceição nas águas do Rio Paraíba do Sul, a CNBB – Conferência Nacional dos Bispos do Brasil – proclamou o Ano Mariano que será celebrado do dia 12 de outubro de 2016 (Solenidade da Padroeira do Brasil) até o dia 11 de outubro de 2017, véspera do 300º aniversário da pesca milagrosa da imagem Aparecida.

Estando em nosso país, o Papa Francisco nos disse: “Deus ofereceu ao Brasil a Sua própria mãe”. Sendo assim, nesse ano somos convidados a nos unirmos àqueles três pescadores que acreditaram na fiel intercessão da Virgem Maria, vendo ali no Rio que estava vazio, uma grande e milagrosa quantidade de peixes.

Maria não faz milagres, mas como nas Bodas de Caná, ela quer interceder para que a nossa água improdutiva se torne saboroso e glorioso vinho de bênçãos e graças vindas do coração do próprio Jesus, Aquele a quem ela nos ensina sempre a obedecer. “Fazei o que Ele vos disser” (cf. Jo 2, 5) é o maior ensinamento da Virgem Mãe que nos acolhe e nos quer moldar em sua forma.

Durante esse tempo vou postar algumas dicas, vídeos lá no canal, dicas e resenhas de livros, orações, eventos e tudo o mais que diz respeito a esse ano todo dedicado à nossa Mãe.

Aproveita e já assiste esses vídeos que já gravei sobre Nossa Senhora:

Salve Maria, Rainha e Padroeira do Brasil!
Celebremos com gratidão esse Ano Mariano Nacional!

Tamu Juntu!