Celibatário? Eu?

“Porque há eunucos que o são desde o ventre de suas mães, há eunucos tornados tais pelas mãos dos homens e há eunucos que a si mesmos se fizeram eunucos por amor do Reino dos céus. Quem puder compreender, compreenda” (Mateus 19, 12)

Eu sou celibatário? Não e sim. Sim e não! hahaha

15085665_10211318552503530_3274122144577324872_n.jpgDesde criança nutro o desejo de ser inteiramente de Deus. Quando criança, porém, o desejo parecia maior. O fogo ardia mais. Hoje, talvez, por ser mais racional, tenha perdido um pouco desse fogo, mas não o desejo de ser de Deus e de Deus somente.

Mas como quero ser de Deus? Só dEle! Quero ser celibatário! Hoje sou vocacionado da Comunidade de Aliança Cristo Libertador (CACL), mas desde minha primeira experiência vocacional cresce em mim o desejo desce amor indiviso.

Você pode pensar: Robson, você é gordo e feio, assim é fácil. Ninguém te quer, tem que ser de Deus mesmo, Ele não rejeita nada e nem ninguém. Difícil é pra quem é bonito!

Puts! E não é que realmente já me disseram isso? Pois é! Já disseram!

 Mas se engana quem acha que isso interfere nas tentações, desejos… Não me faltou vontade. Muito menos oportunidade. Quem me conhece sabe muito bem do que estou falando.

15220069_10211328587234392_569734727126282744_n.jpgMas não é por isso que fiz essa opção. Apesar de não ser celibatário oficialmente pela Igreja, fiz essa escolha há muito tempo, como já relatei acima. Fiz a escolha de ser celibatário pela causa e por amor ao Reino de Deus.

Através dessa minha escolha pude experimentar muitas vezes o cuidado “exclusivo” de Deus: Ele dizendo claramente que estava comigo, que supria todas as minhas necessidades de carinho, de afeto, de amor… Que havia me escolhido e que me amava..

Também através do meu “SIM” a esse estado de vida, pude por diversas vezes experimentar a paternidade espiritual, cuidado de perto de tantos jovens que a mim confiaram suas vidas, histórias… Deus sempre me surpreendeu e nesse fim de semana não foi diferente.

Aqui no Vocacional da Cristo Libertador tivemos um trabalho em grupo sobre a vivência da castidade na vida de solteiro, namorados, casados e celibatários. E eu fiquei justamente no grupo que falaria sobre a castidade na vida de quem quer ser SÓ DE DEUS. Para realizar essa atividade tive que ouvir muitos testemunhos e ler várias coisas relacionadas ao assunto. A cada pessoa que falava mais me ardia ao coração… No fim da apresentação de hoje rezaram por mim e por mais dois irmãos que discernem para esse estado de vida. Ali eu pude ouvir Deus falando: não tenhas medo! Não vai te faltar nada!

Foi como um “meu filho, eu não desisti de você, não desista de mim“.

Agora, então, resta-me dizer: Eis-me aqui!

Deus te abençoe, meu irmão e minha irmã que lê esse texto!

Tamu Juntu!

Anúncios

Deixe o seu comentário. Ele é muito importante para o crescimento e amadurecimento de nossa missão. Deus o abençoe!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s