Resenha| Risos e lágrimas em Betânia

Deus se fez gente para nos salvar e para nos ensinar a sermos gente de verdade, para nos religar ao Pai e para restabelecer em nós a Sua imagem e semelhança. Isso nós sabemos muito bem, não é? Sendo gente, Jesus passou por tudo o que passamos, só não pelo pecado. Sendo assim, sua vida terrena foi permeada também por boas companhias e amizades com cheiro de eternidade.

14462745_10210817878666997_6149835196357536317_n“Risos e lágrimas em Betânia – A amizade na vida de Jesus” (Editora Paulus, 2013, 120 páginas) da religiosa Lúcia F. Arruda nos traz justamente, num misto de realidade e ficção, a relação de Jesus com os irmãos de Betânia: Lázaro, Maria e Marta.

O romance trata de forma muito próxima, a amizade que desde a infância Jesus nutriu com os três, além de sua relação com a casa que sempre o acolhia. No contexto da amizade, Betânia viu diversas reações de Jesus, como o próprio titulo da obra sugere. Muitas foram as lágrimas e os risos, no lugar onde Jesus não precisava se preocupar ou se envergonhar.

Nos 11 capítulos, acompanhamos tanto o crescimento físico, quanto afetivo dos personagens. São muitas as conversas e atitudes que reforçam a cada parágrafo a amizade com o Eterno.

14642396_10210915803555058_3357895901375677344_nClaro, nas 120 páginas muitas vezes é difícil entender o que é realidade e o que é ficção, já que há embasamento em cada uma das linhas, mas ao mesmo tempo, não nos atemos a isso, já que o texto no prende e nos submerge nessa atmosfera onde o Amor ama e é amado sem reservas.

Além disso, a obra nos leva aos bastidores de passagens bíblicas conhecidas, onde os irmãos-amigos de Betânia estavam presentes, como a ressurreição de Lázaro, onde Jesus chorou, se compadeceu e fez a obra que maravilhou a todos; o dia em que Maria ungiu a cabeça de Jesus com perfume de nardo e foi repreendida por todos; o dia em que Maria escolheu a melhor parte…

Uma das partes que mais me tocou, foi no fim do livro onde após a ressurreição de Jesus, Maria Santíssima foi à casa dos irmãos de Betânia para convidá-los para um momento de oração e eleição. Ela, “a Mãe de Jesus escutava mais do que falava, permanecendo a maior parte do tempo, numa atitude silenciosa e contemplativa. Seu rosto transmitia paz e serenidade: saboreava a presença do Filho e se sentia em perfeita comunhão com Ele” (p. 105).

No fim do livro, como não poderia ser diferente, a autora nos leva a conhecer como aconteceu a Páscoa Eterna dos amigos do Messias. Essas linhas eu transcrevo aqui:

9788534936125Lázaro: Após pregar na sinagoga em Salamina com intrepidez, Lázaro foi arrastado e apedrejado. Foi levado pra casa e lá teve seus últimos momentos. No livro encontramos o seguinte:  (p. 114) “Lázaro recordava-se das palavras de Jesus, quando ele dissera: ‘Ninguém tem maior amor do que aquele que dá a vida por seus amigos’ (Jo 15, 13). Alegrava-se por estar dando a maior prova de amor: entregando a vida pelo Amigo e testemunhando com coragem a sua ressurreição”.

Marta: (p. 115) “Em Betânia, Marta continuou exercendo a diaconia até os últimos dias da sua vida. Dedicava-se ao anúncio do Evangelho e ao serviço dos pobres e doentes. Um dia, porém, caiu gravemente enferma e preparou-se para o encontro definitivo com Jesus. Lembrava-se de que costumava esperar as visitas do Mestre com grande ansiedade, e do quanto se esmerava em colocar-se a serviço do Reino anunciado por ele. Agora, enquanto aguardava a chegada do Amigo, que estava às portas, parecia-lhe ouvir a sua voz”.

Maria: (p. 116) “Maria de Betânia viveu em Roma até os últimos dias da sua vida. Costumava dizer ao seu filho que, desde o dia em que ungira Jesus como Messias, suas mãos gotejavam perfume por onde andava, pois procurava viver de acordo com as palavras do apóstolo Paulo (2Cor 2, 14-15a). Assim vigilante, com sua lâmpada acesa (cf. Mt 25, 1-13), Maria de Betânia aguardava a chegada do Amigo”.

Eu realmente me emocionei com cada capitulo dessa história. Mesmo que não seja inteiramente realidade, cada uma das linhas me aproximou e me fez desejar ainda mais ardentemente a amizade de Jesus.

Vale à pena adquirir, ler, emprestar…

“Risos e Lágrimas em Betânia – A amizade na vida de Jesus”.
Lúcia F. Arruda (Religiosa da Congregação de N. Sra. do Cenáculo)
Editora Paulus – www.paulus.com.br/loja
Valor: R$ 21,00

 

Deixe o seu comentário. Ele é muito importante para o crescimento e amadurecimento de nossa missão. Deus o abençoe!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s