Papo de Quinta| Vamos tirar os projetos do papel?

papodequinta

Você provavelmente, no início de cada ano, deve fazer dezenas de projetos. Desde os mais simples, como acordar mais cedo, até os mais mirabolantes como viajar de mochileiro pelo mundo sem gastar muito dinheiro. Quantos projetos você fez? Quantos deles você começou a tirar do papel? Quantos se realizaram? Aqui não estamos falando de sonhos, mas de coisas concretas que eu e você podemos realizar, conforme nosso esforço e também, em especial, conforme os nossos “pés no chão”.

shutterstock_224782798.jpg

Deixando de lado as coisas materiais, os nossos projetos que talvez não sejam mais possíveis de realizar esse ano. Pensemos no espiritual. O que ainda dá tempo de mudar? O que ainda dá tempo de fazer?

Já que estamos em plena abertura do Jubileu Extraordinário da Misericórdia, vejamos as obras de misericórdia. Como já vimos esse ano aqui em nossa revista, as obras de misericórdia são dividas em espirituais e corporais. Ambas nos aproximam de Deus e do próximo, tornando-nos assim, pessoas melhores. Ao menos o projeto de “ser mais de Deus” podemos ainda neste ano tirar do papel. Vamos tentar?

Obras corporais: dar de comer a quem tem fome, dar de beber a quem tem sede; vestir os nus; dar pousada aos peregrinos; assistir aos enfermos; visitar os presos e enterrar os mortos.

Responda-me com sinceridade: é difícil praticar as obras acima citadas? Você provavelmente já as realizou em algum momento de sua vida. Mas o que te fez endurecer o coração e esquecer-se de fazer gestos tão simples, mas que podem mudar histórias?

Obras espirituais: dar bom conselho; ensinar os ignorantes; corrigir os que erram; consolar os aflitos; perdoar as injúrias; suportar com paciência as fraquezas do nosso próximo e rogar a Deus por vivos e defuntos.

Você provavelmente também já realizou, ao menos uma vez, cada uma das obras espirituais. Mas elas devem, se assim podemos dizer, virar rotina, mas uma rotina de amor e doação despretensiosa. Assim, com certeza, seremos agentes de misericórdia na vida do nosso próximo e experimentaremos também em nós, a misericórdia de Deus.

Sonhemos com Deus, assim, não há como nossos projetos não darem certo.

Santo 2016!
Robson Landim

Texto escrito por mim e publicado originalmente na Revista Aliança de Misericórdia do Mês de Dezembro

Deixe o seu comentário. Ele é muito importante para o crescimento e amadurecimento de nossa missão. Deus o abençoe!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s