Jovem Litúrgico| Solenidade da Imaculada Conceição

card_imaculada

Vou falar da liturgia desse dia de forma diferente. Citarei 3 trechos das leituras de hoje e conversaremos. Já que é pra fazer diferente, comecemos de trás pra frente!

Falar de Maria é sempre uma grande alegria pra mim. Pois esta foi a mulher que mesmo levando o ‘Rei na barriga’, foi serva. Tão simples foi, a ponto assustar quando o anjo disse “Ave, cheia de graça”. Maria deu uma olhada pros lados e pensou: “Eu?”.

Mas era com ela mesmo que São Gabriel falava. Deus a escolheu para ser a Mãe de Jesus. Nesse momento a cabeça de Maria ficou perturbada, e as dúvidas eram muitas: Por quê? Como? Quem?

Nenhuma das perguntas foi respondida satisfatoriamente, exceto a última. E isso bastou. Quando soube que era ‘coisa de Deus’, ela não pensou duas vezes.

“Eis aqui a serva do Senhor. Faça-se em mim segundo a tua palavra…” (Lucas – Evangelho)

O que é que o povo ia dizer hein? Quanta fofoca sobre a Dona Maria! Certamente ela não pensou nisso, senão não teria aceitado. Maria ligou única e exclusivamente para o que Deus ia pensar ao seu respeito.

“Deus nos escolheu nele antes da criação do mundo, para sermos santos e irrepreensíveis, diante de seus olhos.” (Efésios – 2ª Leitura)

Veja bem a parte que sublinhei. Vivemos o pensamento medonho de santidade e irrepreensão que o nosso mundo cheio de neuroses nos apresenta. No entanto, o citado aqui é que devemos ser irrepreensíveis DIANTE DE DEUS.

Faça o bem, viva bem e pouco importa o que o povo pensa.

O fato de Maria não pensar nisso, não significa que ela não sabia que ia acontecer e as fofocas que o povo ia fazer. Isso é tão certo quanto a certeza da morte e de que pagaremos impostos.

“Esta te ferirá a cabeça, e tu ferirás o calcanhar…” (Genesis – 1ª Leitura)

Podemos pisar a serpente, mas corremos o risco de ser feridos no calcanhar. Até aí, isso sara. Deus é um ótimo médico. É o único, inclusive, que opera sem deixar cicatriz. E se ficar cicatriz é até interessante porque ao olhar para ela, você se lembrará de que aquilo já foi superado.

Feridas não matam, desde que sejam bem cuidadas.

Que no meio da nossa vida, tão atribulada; possamos enxergar as graças e sermos ousados de aceitar os desafios. Sozinhos? Nunca. Tudo com Jesus e nada sem Maria.

Uma ótima semana!
Paz e Bênçãos,

Janaina Naspar

Anúncios

Deixe o seu comentário. Ele é muito importante para o crescimento e amadurecimento de nossa missão. Deus o abençoe!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s