Jovem Litúrgico| 22º Domingo do Tempo Comum

“Meu filho, faze o que fazes com doçura, e mais do que a estima dos homens, ganharás o afeto deles.”

Já contei essa história em um dos nossos ‘bate-papos’, mas vou contá-la outra vez.

Porque essa história verídica exemplifica muita coisa de nossa meditação de hoje.

O jovem pernilongo queria ir no meio dos humanos, no centro da cidade, passear um pouco. Aí, a senhora sua mãe, a Dona Pernilonga, disse: vai meu filho, mas cuidado com os humanos. Eles querem matar a gente! O jovem caiu na risada e respondeu: imagina mamãe!  Você não sabe é de nada! Eles são todos meus fãs… Quando eu chego no meio da galera começa todo mundo a bater palma por onde eu passo!

frases-facebook-injecao-de-humildade

Gente, o que tem de puxa saco nesse mundo, não tá no gibi! Mas isso todo mundo sabe. O que quero meditar hoje é a posição de “puxa sacado” ou seria “o bajulado”.  Ganhar a estima dos homens é algo, em termos, tentador. Ora, não foi essa uma das promessas do demônio quando tentou Jesus?

É aí que aprendemos do Nazareno uma grande lição: não estamos aqui pra agradar ninguém, estima é algo passageiro. Porém, no meio do caminho, receberemos de Deus, como presente; o afeto de alguns. Isso é espetacular! Porque quando somos afetados verdadeiramente, amadurecemos na fé e na vida. Deixamos de ser feto, nascemos. Cada amigo que Deus nos concede, é um nascimento para algo. Eu to falando de amigo de verdade. Se você tem mais amigos do que pode contar nos dedos, você não tem amigos de verdade. A amizade não é seletiva, mas sim eletiva. Ela simplesmente acontece, e solenemente somos afetados. Na maior simplicidade do mundo!

O Evangelho de hoje nos fala de humildade. Quantas vezes nos aproximamos das pessoas por interesse? Usamos e somos usados. Vivemos de aparências.

Pense bem. Deixe de ser igual o pernilongo da nossa história. Tem muita gente batendo palma pra você, com vontade de te esmagar. Como cantamos: ‘Comungar é tornar-se um perigo! Viemos pra incomodar!’. O ser, por si só, não agrega caráter nem valor. Mas sim, em que o nosso ser está fundamentado. O ser, em Deus, nos faz humanos. Com toda a beleza e significação que essa palavra nos traz.

Faça as coisas com humildade e doçura, ou seja, com suavidade; e o Senhor estará ao vosso lado. Somente isso nos importa. Somente.

Uma ótima semana!
Paz e Bênçãos,
Janaína Naspar.

Anúncios

Deixe o seu comentário. Ele é muito importante para o crescimento e amadurecimento de nossa missão. Deus o abençoe!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s