Jovem Litúrgico| 18º Domingo do Tempo Comum

jovemliturgico

Hoje, depois de tanto tempo sem JL, vamos tirar o atraso uai! Estamos iniciando o mês de agosto. Muitos chamam de desgosto, mas vamos falar dele com muito gosto. Mês chamado de “vocacional”. Celebramos neste domingo o dia do padre e também o dia de São João Maria Vianney.

amor-ao-dinheiroO evangelho de hoje fala das riquezas e de como é difícil entrar no Céu se ficarmos apegados á elas. Ah, então tá tudo tranquilo! Eu não tenho dinheiro mesmo, isso não vale pra mim. Certo?

Meu irmão, minha irmã; não se engane! Riqueza ou pobreza material não define salvação. O que define é o uso que você faz de tudo isso. Tem gente que é tão pobre, mas tão pobre que a única coisa que tem é o dinheiro.

Essa semana um amigo me disse que o cachorro é o melhor amigo do homem porque este ainda não conhece o dinheiro. E é verdade. Quantas pessoas brigam por conta de herança, quantas famílias são destruídas por mau uso da ‘riqueza’!

Como já dizia o antigo provérbio, ‘terminado o jogo de xadrez, rei e peão voltam juntos para a mesmo caixa’. E nós insistimos em achar que uma marca de roupa nos faz melhor que o outro. Insistimos em pensar que status é tudo na vida. Ser popular, estar na moda; é mais importante que ser feliz. A moda ilude e cria diariamente milhares de pessoas frias e efêmeras. Por que será que se paga milhões pra uma modelo dar uma voltinha de 2 minutos? Porque em cada volta dessas, ela arrasta milhões junto com ela! Quantas mulheres que sofrem para se enfiar dentro dos ‘padrões de beleza’ estabelecidos pela sociedade? Quantos jovens que são iludidos pelo mundo das drogas lícitas e ilícitas?

Pessoas que levam uma vida camuflada, negam suas origens e vivem sufocadas por trás de uma imagem bonitinha. Triste ilusão! Vaidade das vaidades!

É preciso mais. É preciso buscar as coisas do alto. Mas com os pés no chão.

Jamais permita que futilidades definam aquilo que você é. Do contrário, deixa Deus moldar a sua história. Não importa o que os outros dizem sobre você. Não importa o que os outros pensam. Eles não sabem nada sobre você. O mais importante é o que você sabe e pensa sobre você. E o que Deus sabe á seu respeito.

Humildade não está na roupa que se veste ou no quanto se ganha. Humildade vai bem mais além, está naquilo que você se reveste antes de vestir-se. Quando a máxima é o amor, o dinheiro é apenas um detalhe e não uma entidade.

Uma ótima semana pra você!

Paz e Bênçãos,

Janaína Naspar.

Anúncios

Deixe o seu comentário. Ele é muito importante para o crescimento e amadurecimento de nossa missão. Deus o abençoe!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s