Papo de Quinta| Liberdade X Libertinagem: A batalha!

papodequinta

wallpaper-liberdade-Cristo-libertou-correntes_1920x1200

Existe em nossa vida uma grande batalha e uma grande dúvida. Liberdade X Libertinagem. O que é? Onde começa? Onde termina? Como me afeta?

Na Carta aos Gálatas, o apóstolo dos Gentios nos diz: “Foi pra liberdade que Cristo nos Libertou” (Gal 5, 1). Mas em que consiste essa liberdade?

Muita gente acha que a liberdade consiste em poder escolher o mal, e realmente é isso. É isso também!

A liberdade não é fazer somente aquilo que nós queremos, mas é fazer com Deus aquilo que é bom. Liberdade sem Deus é libertinagem, o que nos leva para o inferno.

Vamos ao significado das palavras?

Segundo o Dicionário Michaelis Online, liberdade é:

1 Estado de pessoa livre e isenta de restrição externa ou coação física ou moral. 2 Poder de exercer livremente a sua vontade. 3 Condição de não ser sujeito, como indivíduo ou comunidade, a controle ou arbitrariedades políticas estrangeiras. 4 Condição do ser que não vive em cativeiro. 5 Condição de pessoa não sujeita a escravidão ou servidão. 6 Dir Isenção de todas as restrições, exceto as prescritas pelos direitos legais de outrem. 7 Independência, autonomia.

Já libertinagem, segundo o mesmo dicionário…

1 Vida de libertino. 2 Devassidão, licenciosidade (qualidade daquele ou daquilo que é devasso / Libertinagem, depravação, corrupção)

Viu… é bem fácil, é algo muito conhecido por nós.

A Liberdade é tudo isso e mais um pouco, pois aí só vimos a visão secular da liberdade. Podemos completar o significado de liberdade, com aquilo que o Youcat nos descreve:

“Liberdade é a possibilidade, concedida por Deus, de poder agir totalmente por si próprio”. E continua: “quem é livre não age por determinação alheia”.

É praticamente a mesma coisa, mas aqui vemos que a liberdade foi algo dado por Deus, um dom que nos foi ofertado desde a criação do mundo.

paraisoLá no “Éden”, o Criador poderia ter cercado a “árvore do Bem e do Mal”, poderia ter colocado grandes e ferozes animais para guardá-la, mas não, Ele apenas pediu pra que Adão e Eva não comecem do fruto dela. Como filhos de Deus, nascemos livres, mas temos o livre arbítrio de escolhermos o caminho que devemos seguir.

Adão e Eva pecaram no Paraíso, não souberam obedecer e não souberam usar a liberdade dada por Aquele que os criou. Jesus, Filho Unigênito do Pai, foi obediente no deserto, mesmo podendo pedir que anjos viessem alimentá-lo.

Eva não soube usar de sua liberdade e pecou pela desobediência, deixando em nós a marca do Pecado Original. Maria soube usar da liberdade dada por Deus e ajudou Jesus deixar em nós a Marca da Vitória!

Fomos criados para Amar a Deus e para adorá-Lo, mas não de maneira forçada… Temos o direito até mesmo de escolher a quem queremos seguir, a quem queremos adorar.

Deus nos deixa livres para optarmos por aquilo que achamos que é bom. Se O achamos bom, temos a liberdade de amá-Lo e adorá-Lo de forma livre, sem amarras, sem pressão.

Vejo por ai muita gente dizendo: “Porque Deus não interfere nessa situação? Porque Ele não tira meu filho dessa vida? Porque Ele não muda a direção da minha vida???”

São tantos e tantos questionamentos… Mas somos livres até mesmo para escolhermos aquilo que é ruim. “A liberdade não seria liberdade se não fosse liberdade de optar também por aquilo que está errado”, nos mostra o Youcat na questão 289.

Somos livres para matar alguém? Somos livres para roubar alguém? Somos livres pra entristecer alguém? Não, isso não! Nossa liberdade acaba onde a do outro começa!

Não posso tirar a vida do meu próximo, pois meu próximo tem a liberdade de viver…
Não posso lhe tirar a alegria, pois você tem a liberdade de se alegrar como, quando e com quem quiser…

A minha e a sua liberdade foram compradas de volta por Jesus, com Sua morte. Não seriamos livres do pecado se Cristo não tivesse dado, livremente, a Sua vida por nós.

“Foi pra LIBERDADE que Cristo nos libertou!” – fomos livres por Cristo para podermos viver a plena Liberdade que nos foi dada por Deus desde a criação do mundo. A liberdade dada por Deus, implica numa liberdade que nos faz bem, que faz bem ao próximo, que faz bem a sociedade, ao povo de Deus.

liberdade1Já a libertinagem é obra do inimigo de Deus, mas também obra nossa, pois nós a escolhemos. A Libertinagem não é boa, só nos fere, só nos machuca, e o pior, nos leva a machucar o outro, sem nem lembrarmos de que nossa liberdade termina onde a dele começa.

Quando vivemos a liberdade sem Deus, que no caso é a libertinagem, acabamos nos aprisionando e nos acorrentando em alguns males, como por exemplo, nas drogas, nas bebidas, no sexo desregrado, nos medicamentos, nos vícios… Isso não é liberdade, pois nos torna vítimas de coisas que não nos deixam andar, que não nos deixam viver da forma que Deus nos criou: livres!

Somos livres, livres mesmo, somente em Deus! Quando nos abandonamos em Deus, disse o Papa Emérito Bento XVI, não nos tornamos fantoches Dele, pois “somente quem confia em Deus totalmente encontra a verdadeira liberdade, a grande e criativa vastidão da liberdade do bem”.

Termino esse papo com uma das músicas mais tocadas nos encontros, grupos de oração, retiros e afins em todo o Brasil, que nos leva a meditarmos sobre a Liberdade que nos foi dada pelo Pai, mas que foi reconquistada por Jesus Cristo, Nosso Senhor, com Sua morte na cruz: Hoje Livre Sou!

Paz e Fogo!

Anúncios

Um pensamento sobre “Papo de Quinta| Liberdade X Libertinagem: A batalha!

Deixe o seu comentário. Ele é muito importante para o crescimento e amadurecimento de nossa missão. Deus o abençoe!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s