Jovem Litúrgico| 5º Domingo da Quaresma

jovemliturgico

maria-madalenaEstamos na última semana da quaresma. Nossa caminhada que começou lá na quarta-feira de cinzas, atingirá seu ápice. E a liturgia de hoje vem nos falar da fraqueza humana. Aliás, creio que esse é o tema de todos os domingos deste tempo de conversão. E por que bater com tanta insistência nessa mesma tecla? Porque somos humanos, passíveis ao erro. E o que nos diferencia? Somos pecadores inconformados! Com um desejo ardente de mudança, desejo este que faz a mudança acontecer. São Paulo é ousado a ponto de dizer que tudo em sua vida, antes de Cristo, é lixo. E na primeira leitura, uma valiosa exortação: não olhes para trás! Tudo isso vai fazer mais sentido ainda quando olharmos para o Evangelho.

Jesus estava desenhando na areia, tranquilo… Quando vê uma “muvuca” se aproximando. Ele sabia bem do que se tratava, achou aquilo tão repugnante que ficou quieto.

O povo chega com uma mulher, acusando-a de adultério para ser apedrejada. Por incrível que pareça, ela havia cometido o pecado sozinha! Certo? Impossível! Mas a ignorância foi tão grande que o cisco enxergado nos olhos daquela mulher, era maior que a trave que havia no resto da multidão.

Jesus não os contraria. Com uma calma admirável ele se levanta e diz: podem apedrejar! Maaaaas… Com uma condição: que comece aquele que não tem pecados.

O Nazareno, com a mesma tranquilidade, senta-se e continua a escrever no chão. Aposto que olhando para aquele povo, Ele escreveu “ANTA”. 

Jesus e a mulher adúltera

Ah, que cena espetacular! Um a um vai saindo… Largando suas pedras, mas levando consigo a pedra que tinham no lugar do coração.

Sozinho com a mulher ficou o único que atendia á regra imposta. Jesus olha em volta, procura… E diz algo que não tem como não imaginar um sorriso no rosto do Mestre nessa hora: Ué, cadê eles? Ninguém te condenou?

E aquela mulher, com o coração explodindo de alegria; recebe o perdão do único que podia jogar a primeira pedra. Jesus encerra dizendo: Vai e não peques mais.

E é isso que Ele quer dizer a mim e a você hoje. O Nazareno não aprovou o pecado daquela mulher, mas deu a ela a chance de recomeçar. Não deixe o demônio te acusar daquilo que Deus já te perdoou. Assuma a decisão de não olhar para trás. Nós não prestamos e sabemos disso. Mas queremos deixar de depender do pecado para depender única e exclusivamente de Jesus.

Uma ótima semana!

Paz e Bênçãos,

Janaína Naspar.

Anúncios

Deixe o seu comentário. Ele é muito importante para o crescimento e amadurecimento de nossa missão. Deus o abençoe!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s