Jovem Litúrgico| 27º Domingo do Tempo Comum, por Janaina Nascimento

“Só entrará no Céu quem for como criança!”

Vida de casado é assim: No primeiro ano de casamento, o homem fala e a mulher escuta. No segundo, a mulher fala e o homem escuta. No terceiro, ambos falam e os vizinhos escutam.

Existem muitas piadas sobre casamento. Isso porque, a maioria deles é uma piada. Já disse em uma meditação que concordo com São Paulo: casamento é a pior coisa que existe! Não case. E é por isso que a Igreja Católica não faz casamentos, ela celebra sacramento do matrimônio!

Hoje em dia as coisas são muito fáceis… Sim, o diabo é o mestre do “fácil, extremamente fácil… pra você, e eu e todo mundo ir pro inferno junto…”.

O namoro é um tempo santo de conhecimento, que agora virou tempo de libertinagem. Qual a fórmula mágica que nossos avós usavam? A espera, cada coisa em seu tempo.

Nossa Igreja é muito criticada entre todas as questões pela desaprovação do uso da camisinha. Dizem que é “caretice” em um tempo que o sexo é algo tão corriqueiro, não usar preservativo; que além de evitar a gravidez, previne doenças sexualmente transmissíveis.

Que fique claro, não é o uso da camisinha que a Igreja proíbe. É a libertinagem.

Tem jovem que conhece o corpo de várias pessoas, mas não conhece a alma de nenhuma.

Seu corpo é templo do Espírito Santo, e não deve ser tratado como lixo. O demônio quando olha para o corpo de um rapaz, ele se lembra do corpo de Jesus que mesmo dilacerado na cruz ao terceiro dia ressuscita, levando-o a eterna derrota. E quando olha o corpo de uma moça ele se lembra de Maria que esmagou sua cabeça. Por isso que ele tem tanto ódio do ser humano.

Tá na moda sair pegando meio mundo, tá na moda fazer sexo sem compromisso… Tá na moda também termos 40 milhões de pessoas infectadas pelo HIV no mundo. A Igreja é quadrada? Que seja! É preferível subir para o Céu quadrado do que descer para o inferno redondo. Você é precioso demais pra ser usado pelo mundo.

Pra encerrar, Jesus nos fala que só entrará no Céu quem for como criança. O que mais necessitamos herdar das crianças é a capacidade fantástica de viver no PRESENTE. Criança não guarda rancor, não sabe fingir e não deixa pra depois. É isso que falta nos adultos. O que tá na moda, um dia fica ultrapassado. Busque o que é Eterno e não passará jamais. Busque insaciavelmente, como uma criança, o Nazareno: JESUS!

Uma ótima semana!

Paz e Bênçãos,

Janaína Naspar.

Anúncios

Deixe o seu comentário. Ele é muito importante para o crescimento e amadurecimento de nossa missão. Deus o abençoe!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s