Papo de Quinta| Tenho um posto pra guardar!

Salve Salve galera!!! Bora bater um papo? 

“Tenho um posto pra guardar, sou chamado a anunciar, até meu nome Deus trocou, agora eu já sei quem sou….”

Estamos prestes a iniciarmos o mês de Santa Teresinha, São Francisco de Assis, Nossa Senhora Aparecida e muitos outros santos que tinham grandes missões e que as desempenhavam muito bem. Outubro é o mês missionário!

Sei que já usei essa comparação num outro post, mas também posso dizer aqui. Missão é igual a bilhete único especial: Pessoal e Intransferível! 

Eu, você, todos nós temos uma missão geral (evangelizar, anunciar o amor de Deus, anunciar o Kerigma) e uma missão específica, independente de Ministério, Movimento, Congregação ou Pastoral.

A missão da Igreja é permitir que, em todos os povos, brote e cresça o Reino de Deus, que Jesus já inaugurou (CIC 763) – Aonde Jesus foi, o Céu tocou a Terra, despontou o Reino de Deus, um reino de paz e de justiça. A Igreja serve este Reino de Deus. Ela não é um fim em si mesma. Ela tem de continuar o que Jesus já começou. Ela deve proceder como Jesus procederia. Ela transmite as Palavra de Jesus e prossegue a celebração dos sinais sagrados de Jesus. Portanto, a Igreja, com toda a sua fraqueza, é um pedaço do Céu na Terra. [Youcat 123]

Quando me assumo como Sentinela da Manhã, me assumo como missionário que tem uma missão específica pra desempenhar e que tem a consciência de que se eu não guardar o meu posto, ninguém o guardará por mim.

Meu posto de Sentinela da Manhã na faculdade, na política, na escola, na família, na empresa ou em qualquer outro lugar, ficará vazio, caso eu não o assuma como missão pessoal. Claro, nossa missão como Igreja deve ser praticada em comunidade, com os irmãos. Mas minha missão quanto posto pessoal, é individual e ninguém pode realizar por mim.

“Até meu nome Deus trocou…”

Na Bíblia, Deus só troca um nome quando também troca a missão e muda a vida de uma pessoa. Assim foi com Simão que se tornou Pedro e com Saulo que se tornou Paulo, as duas colunas da Igreja.

Se Saulo não tivesse “caído do cavalo” e assumido seu posto como anunciador incansável do amor de Deus, não existiria essa segunda coluna para a Igreja. Deus acreditou na mudança desse que se tornou um dos “maiores” apóstolos e evangelizadores de todos os tempos.

Nem sempre nossa missão será vista ou reconhecida pela assembléia reunida na Igreja, nem mesmo pelo Bispo, padre ou coordenador. Nossa missão individual muitas vezes se dá numa atividade que desempenhamos fora da Igreja, fora do contexto religioso e longe da visão de nossos irmãos e irmãs.

“Ide ao mundo, façais discípulos” (Mt 28, 19) disse o Senhor aos Seus amigos. Ir ao mundo que dizer levar a Palavra de Deus através do nosso testemunho aos irmãos e irmãs que não conhecem a Deus e ao Seu amor, mas não porque não querem, mas porque as obras desse mesmo mundo as cegaram.

Eu e você temos uma missão individual, intransferível, só nossa…

E ai, vai guardar o seu posto ou vai deixá-lo vazio?

Paz e Fogo!

Anúncios

Deixe o seu comentário. Ele é muito importante para o crescimento e amadurecimento de nossa missão. Deus o abençoe!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s