Papo de Quinta| A Cruz de Cristo vamos levantar!

Salve Salve galera!

Neste “Papo de Quinta” vamos deixar de meditar um pouco sobre o mês da Palavra de Deus, para falarmos um pouco sobre a grande festa litúrgica que celebramos hoje: a exaltação da Santa Cruz.

Para os irmãos não católicos, a Cruz é um sinal de condenação, sinal de maldição e de morte (no sentido ruim). Para nós, Católicos Apostólicos Romanos, a Cruz é um Sinal de Salvação, pois o amor de Cristo não teve fim na cruz. 

A Cruz foi o ápice do amor e da misericórdia de Nosso Senhor Jesus Cristo, mas não o fim. Cristo foi obediente até a Cruz para que pudéssemos ter vida e vida em abundância. A Cruz não é sinal de condenação, morte e maldição porque Jesus não parou nela. Jesus foi além e por isso venceu, pois vitória é o que vem após a cruz. A Vitória se dá na Ressurreição do nosso Senhor.

Na primeira leitura desta solenidade, vemos o seguinte: 

O povo foi ter com Moisés e disse: “Pecamos, falando contra o Senhor e contra ti. Roga ao Senhor que afaste de nós as serpentes”. Moisés intercedeu pelo povo, 8e o Senhor respondeu: “Faze uma serpente de bronze e coloca-a como sinal sobre uma haste; aquele que for mordido e olhar para ela, viverá”. 9Moisés fez, pois, uma serpente de bronze e colocou-a como sinal sobre uma haste. Quando alguém era mordido por uma serpente, e olhava para a serpente de bronze, ficava curado.

Quando Cristo pendeu no madeiro da Cruz, toda morte e maldição foram vencidas, cumprindo a promessa do Cristo que sendo erguido libertaria todo o seu povo, curando, amando e dando a vitória.

Deus não podia ter demonstrado o Seu amor de forma mais eficaz que Se deixar pregar na Cruz na pessoa de Seu Filho. A Cruz era a forma de execução mais vergonhosa e severa da Antiguidade; a titulo de exemplo, os cidadãos romanos, independente da gravidade da culpa, nunca deviam ser crucificados. Portanto, Deus entrou no sofrimento mais abissal da humanidade; desde então, ninguém mais pode dizer: “Deus não sabe o que sofro.” (Youcat – 101)

Quando falamos em “A cruz de Cristo vamos levantar”, lembro de tantas discussões quanto a retirada dos crucifixos e demais símbolos católicos das repartições e equipamentos públicos. As vezes até seria bom retirar, para que o povo olhasse para cruz como algo mais sacro e não apenas como um objeto de decoração. A Cruz merece respeito, merece veneração.

Mais importante do que ficar olhando para os equipamentos públicos de onde têm sumido as cruzes, devemos olhar para os que se dizem católicos, que não assumem o símbolo de vitória que é a cruz e que pior ainda, não assumem que foram libertos através da cruz, instrumento de salvação.

A Cruz de Cristo devemos levantar com nossos testemunhos, com nossa vida, com nossa catolicidade, com nossa carismaticidade…  Devemos levantar a cruz de Cristo colocando-a em nosso peito e mostrando ao mundo que temos um sinal e uma marca da vitória! A Cruz de Cristo iremos levantar quando não tivermos medo de proclamarmos, como verdadeiros Sentinelas da Manhã que Jesus Cristo não está mais na cruz, mas ressuscitou por amor a mim e a você!

Quando erguermos a cruz de Cristo em nossas vidas, famílias, movimentos, pastorais, comunidade veremos o resultado: As trevas se dissiparão, o sol brilhará, a paz reinará, os jovens profetizarão e o amor reinará!

E hoje podemos cantar: Bendita seja a cruz! O amor por ela se revelou!
E também podemos com toda certeza afirmar: Vitória é o que vem depois da cruz!

Paz e Fogo

 

 

 

Anúncios

Deixe o seu comentário. Ele é muito importante para o crescimento e amadurecimento de nossa missão. Deus o abençoe!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s