Jovem Litúrgico| 2º Domingo da Páscoa por @JanainaNaspar

Quem é o vencedor do mundo, senão aquele que crê que Jesus é o Filho de Deus?

É preciso crer e se entregar sem medo.  A liturgia de hoje nos exorta a vencermos o mundo. Mas antes de entender isso, precisamos ver o sentido empregado nessa palavra. Vencer o mundo é vencer tudo aquilo que nos aprisiona, tudo aquilo que é mundano.  Tomé viveu essa experiência. Costumo dizer que temos dentro de nós um pouquinho de cada discípulo de Jesus. Portanto, temos também um pouquinho de Tomé; aquele que precisou ver para crer. Tomé era o discípulo atrasado, porque na hora que o Mestre apareceu, ele não estava lá. Onde estava Tomé? Não sei, mas não estava cumprindo com sua obrigação de seguidor. Pois, amar a Deus é observar e colocar em prática os Seus mandamentos; e Seus mandamentos não são pesados.

Deus nunca nos pede aquilo que não somos capazes de cumprir. Quando não cumprimos nossa missão de discípulo, perdemos a oportunidade de ver o Senhor. Tomé precisava ser vencedor do mundo, precisava crer.

O “escândalo” da cruz abalou Tomé; como poderia vir a paz, a ressurreição depois de tanto sofrimento? É ai que Jesus aparece e faz acontecer a cura interior. Observe que depois de ressuscitado, o ministério específico de Jesus é a cura interior. Você não encontra em lugar nenhum na Sagrada Escritura dizendo que o Mestre fez uma cura física ou espiritual. Já as curas interiores, foram muitas.

E quando Tomé acreditou, aquela foi a entrada para tirar tudo de estragado que tinha no coração dele, foi o momento em que ele pôde reconhecer sua condição de vencedor do mundo. E é esse mesmo convite que o Nazareno faz hoje a você: “Põe aqui tua mão, torna-te um homem de fé, toca o meu coração e o medo se vai. Eu voltei para ti, por tanto te amar, toca o meu coração, eu sou a tua paz…”.

Pai Misericordioso, nós acreditamos em Vós; cremos que és Nosso Deus e Senhor. Mas somos fracos, somos pecadores… Aumentai essa fé para que possamos crer plenamente na Vossa misericórdia. Sabemos que nada do que temos, é nosso. Queremos ser vencedores do mundo e poder de coração aberto proclamar: Deus provê, Deus proverá; Sua misericórdia não faltará!

A paz do Ressuscitado esteja contigo; aleluia, aleluia.

Paz e Bênçãos,
Janaína.

Anúncios

Deixe o seu comentário. Ele é muito importante para o crescimento e amadurecimento de nossa missão. Deus o abençoe!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s