#JMJ| Catequese de Dom Eduardo Pinheiro na #JMJ

Catequese na Igreja de São Domingos Sávio

Mais de 400 pessoas lotaram a Igreja São Domingos Sávio, em Madri, para a catequese dada pelo presidente da Comissão Episcopal Pastoral para a Juventude da CNBB, dom Eduardo Pinheiro. A catequese foi na manhã desta quarta-feira, 17, segundo a programação da Jornada Mundial da Juventude, e reuniu jovens do Brasil, Portugal e Espanha.

Dom Eduardo destacou a importância da fé na vida das pessoas e a necessidade do cristão viver a fé com participação na vida comunitária. “Não basta dizer que tem fé, se não tem vida comunitária. A vida de Igreja é essencial para a fé”, destacou dom Eduardo.

Para ele, a fé precisa de condições favoráveis para se sustentar e apontou a Igreja como esse lugar. “A fé é adesão pessoal a Deus; é assentimento livre a tudo que Deus criou. Ela necessita indiscutivelmente de condições favoráveis e a Igreja é o espaço para alimentar a fé”, sublinhou.

Dom Eduardo denunciou o relativismo e o laicismo que ameaçam a fé. “Partimos da consciência de que vivemos num contexto de esquecimento de Deus. Há um laicismo difundido que quer eliminar Deus da vida pública e privada”, acentuou.

Segundo dom Eduardo, o respeito à diversidade não elimina o reconhecimento de que a sociedade é religiosa. “A dimensão religiosa é natural no ser humano e não um detalhe que possa ser tirado”, disse. “Quanto menos ética cristã, mais fácil cair nos mecanismos que acabam com nossa liberdade”, acrescentou o bispo.

Dom Eduardo condenou o relativismo que “gera insegurança”. “O relativismo que se propaga é um mal que precisa ser banido com veemência”.

O bispo defendeu, ainda, o uso correto da ciência e criticou “alguns que se dizem cientistas e querem provar que Deus não existe”. “A ciência, enquanto organização da razão para a busca de qualidade da vida, é sagrada e a Igreja caminha com a ciência. A Igreja foi responsável pela organização e dinamismo de muitas das ciências, mas é contra a manipulação feita por alguns que se dizem cientistas”, disse.

Três jovens deram breve testemunho sobre como viver a fé nas suas dimensões pessoal, comunitária e social. Todos destacaram a importância da fé na vida das pessoas.

Durante toda a catequese, vários padres atenderam as confissões dos jovens. A catequese terminou com missa presidida por dom Eduardo. Amanhã, 18, dom Eduardo dará catequese na paróquia São Sebastião. Outros seis bispos brasileiros também ministram catequese na Jornada.

Antes da missa, o jovem Isaías de Souza, da comunidade Coração Novo, do Rio de Janeiro, deu seu testemunho, contando a história de sua participação na vida da Igreja. “A Igreja fala da vocação sacerdotal e religiosa, mas não fala da vocação missionária. Há 20 anos entreguei minha vida para a missão e hoje minha família aposta nisso”, disse Isaías, que é casado e tem uma filha de 11 meses.

Fonte: Notícias Canção Nova 

O Brasil é presença mais do que marcante nesta jornada mundial da Juventude. São quase 15 mil brasileiros que participam deste que é o maior evento da Igreja Católica.

Há nisso um motivo mais que especial: neste sábado o, 20, o Papa Bento XVI anunciará que a próxima Jornada Mundial da Juventude acontecerá em solo Brasileiro, mais precisamente no Rio de Janeiro em 2013.

Não sei porque essa “preferência” pelo Rio de Janeiro em eventos mundiais, mas mesmo assim.. não importa… estaremos lá!

Paz e Fogo!!!

Anúncios

Deixe o seu comentário. Ele é muito importante para o crescimento e amadurecimento de nossa missão. Deus o abençoe!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s