Quaresma| Algumas curiosidades sobre a Quarta Feira de Cinzas

Louvado Seja Nosso Senhor Jesus Cristo!

Iae Santa Juventude, Paz e Fogo! Hoje iniciamos mais uma quaresma, tempo de conversão, perdão, mudança, arrependimento, jejum e abstinência. Tempo em que nos preparamos para a ressurreição gloriosa de Nosso Senhor Jesus Cristo.

Começamos hoje com a celebração das Cinzas, celebração da conversão onde o padre ou ministro nos convoca a conversão dizendo: “Convertei-vos e crede no Evangelho”. Vamos ver então, algumas curiosidades sobre esse primeiro dia desse novo tempo litúrgico.


1 – Por que uma Quarta feira de Cinzas?

A Quarta feira de Cinzas é o primeiro dia da Quaresma no calendário cristão ocidental. Ela acontece sempre quarenta e quatro dias antes da Páscoa. Essa data pode ocorrer desde o começo de fevereiro até a segunda semana de março, pois a data da Páscoa é móvel. Esse primeiro dia do período de preparação pascal inicia-se com o rito da imposição das cinzas sobre a cabeça dos fiéis nas igrejas, como uma marca indicativa de um tempo de penitência e conversão. Os Católicos são convidados a reconhecer com humildade seu estado de mortalidade e a revisar sua vida perante os valores perenes do Reino de Deus. A palavra de ordem dessas manifestações é: convertei-vos e crede no Evangelho (MC 1,15)

2 – Qual a razão das cinzas na cabeça?

Nas missas realizadas na Quarta-feira de Cinzas, os participantes são abençoados com cinzas. O padre sinaliza a testa de cada participante com cinzas ou as coloca sobre suas cabeças. Os cristãos normalmente deixam as cinzas em sua testa e nos cabelos até o pôr-do-sol, antes de lavá-los. Esse simbolismo relembra a antiga tradição do Oriente Médio de jogar cinzas sobre a cabeça, como sinal de arrependimento perante Deus. De onde vêm essas cinzas? Elas costumam ser obtidas pela queima dos ramos secos entregues nas paróquias e comunidades, que haviam sido abençoados e distribuídos no ano anterior no Domingo de Ramos.

3 – Você conhece a curiosa expressão: Volta-te para o pó?

A fórmula bíblica usada pela Igreja Católica, no rito da Quarta-feira de Cinzas, é explícita: És pó e ao pó voltarás (Gn 3,19). Esse convite é para uma volta, para fazer uma consideração, uma conversão, como no trânsito. Voltar-se no sentido de girar, voltar o olhar para a terra e para si mesmo. O corpo humano é nossa primeira terra. Considere que és pó, húmus, homem, feito de barro. Considere o vínculo com a terra-mãe. Em seu magnífico diálogo com deus, em defesa dos justos vivendo em Sodoma, Abraão diz: “Vou ousar falar ao meu Senhor, eu que não passo de pó e cinza” (Gn 18, 27). Após a morte, pela via do enterro no solo ou pela cremação, o humano reencontra sua terra, seu pó. Os humanos são filhos da terra, obras de argila, trabalho de oleiro.

Fonte: Guia de Curiosidades Católicas – Evaristo Eduardo de Miranda – Ed. Vozes

Anúncios

Um pensamento sobre “Quaresma| Algumas curiosidades sobre a Quarta Feira de Cinzas

Deixe o seu comentário. Ele é muito importante para o crescimento e amadurecimento de nossa missão. Deus o abençoe!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s